Animação passo a passo - Parte 2 - CONTRATO

Atualizado: Set 13



Em nosso primeiro post sobre esse assunto (caso não viu, leia aqui), comentamos sobre a questão do orçamento. Alertamos da importância de levantar vários fatores para conseguir visualizar melhor o que realmente será necessário e quais diretrizes serão determinantes para levantamento do custo do trabalho a ser orçado. Nossa proposta com esses posts sobre o que envolve a produção de uma animação, é clarear um pouco mais sobre todo o processo de trabalho, desde o primeiro contato do cliente, até a entrega da animação. É um processo mais complexo do que pode parecer para muitos. Digo complexo no sentido de planejamento de cada etapa justamente para que tudo transcorra de forma mais assertiva possível, e o trabalho seja realizado dentro do prazo e da proposta pensada desde o início. Cumprir cada etapa respeitando seu tempo e objetivo, reduzirá possibilidade de refação de trabalho lá na frente. Praticamente chegaremos na fase de finalização com a certeza de que tudo está redondo e cumprindo o que foi planejado desde o início. Antes de entrarmos na questão da pré-produção, não podemos esquecer de outro ponto fundamental e que deve ser acertado antes de qualquer passo seguinte: o CONTRATO. Após fazer o orçamento definindo o custo/valor do trabalho a ser realizado, é fundamental redigir o contrato para ser assinado entre as partes. Esse contrato deve conter TODOS os detalhes combinados entre os envolvidos e TUDO que envolva o trabalho: data do contrato, descrição detalhada do serviço que será realizado, o que será feito, como será feito, como o "produto final" será entregue, prazos, custos inclusos e custos que não estarão cobertos ou que devem ser contratados à parte (serviços de terceiros, por exemplo), descrição das condições de licença de uso das imagens, vídeos e sons, condições de pagamento com datas e opções de parcelamento (se for o caso), condições que podem gerar custos adicionais, enfim, cada detalhe que seja fundamental estar registrado para que não ocorra mal entendido posteriormente.


Muitas vezes me deparei com clientes que não queriam assinar contrato, achando exagero ou algo do tipo. Importante deixar sempre claro sobre a importância de se firmar um contrato justamente para a garantia tanto de quem fará o trabalho como para quem contrata. O combinado e registrado tudo certinho nunca será demais. Além disso é uma segurança para o contratante, especialmente com relação a licença de uso de tudo que envolve o trabalho, cumprimento de prazos e entrega do que exatamente foi pedido. Por exemplo com relação à licença, será especificado se o trabalho é exclusivo para tal cliente, qual o período de validade da licença, se for algo por tempo indeterminado 'buyout' ou por período determinado com possibilidade de renovação, onde será veiculado etc. Esse tipo de registro é fundamental para segurança do contratante. Estando todos de acordo com os termos do contrato, basta assinar e selar o compromisso conforme combinado. A partir desse ponto, será dado o primeiro passo para iniciar o processo de pré-produção, onde o estúdio estará dedicando seu tempo para início do trabalho.

No próximo post, entraremos nas questões que envolvem a pré-produção de uma animação.

Até breve. Renato Stegun Animação passo a passo - Parte 3 - PRÉ PRODUÇÃO


#animaçãopassoapasso #contrato

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo